Arquivo da Categoria ditadura da beleza

O que é beleza pra você?

08 de novembro de 2015
Beleza não é olhos claros, boca grande, nariz empinado e dentes perfeitos. Não é cachos definidos, fios lisos, um loiro platinado e um cabelo tão longo quanto o de rapunzel. Beleza com certeza não é pernas grossas, barriga chapada, cintura fina e braços duros. Não é pele branca, lisa ou bronzeada. Beleza não é o que você ver na televisão, nas mídias sociais ou nas revistas. Não é o que as atrizes, modelos ou até mesmo o que sua mãe diz que é. Beleza vai muito além do que uma aparência. Quem dera todos pudessem enxergar além da capa para assim conhecer o que é realmente bonito e merece ser aplaudido.

Olho D’água – Paraíba
Mas a vida não é assim. A gente julga o que a gente enxerga, o que a gente sente não importa, não é mesmo? Quantas vezes por um mísero julgamento deixamos de conhecer algo extraordinário? Só por algo não ser, pelos olhos dos padrões, belo? É necessário mudar a maneira de ver a vida, valorizar o simples e o real. Valorizar os sentimentos, valorizar a alma, valorizar o coração. A partir do momento em que seus olhos enxergarem o que é verdadeiramente bonito, você também se tornará lindo.

Quando notares que um sorriso sincero, um olhar carinhoso, um abraço duradouro, um beijo apaixonado, um passarinho cantando, o som da água jorrando, o sol se pondo, a folha da árvore caindo, o vento falando e uma flor murchando tem sua beleza, notarás que a vida é muito mais do que um corpo. Irá perceber que a beleza está nas ações, nos sentimentos, nos sentidos. Não adianta passar a vida inteiraquerendo ser bonito, e não agir de uma forma bonita. Afinal, a verdadeira beleza reside em seu coração e, pra ele, não existe plástica. Só existe amor.

Martinha Barreto. 19 anos. Estudante de Engenharia Civil. Técnica em Edificações. Sonhadora. Apaixonada por MPB. Flamenguista doente. Viciada em livros. Escreve desde os 12 anos. Um pouco dramática. Um pouco exagerada. Meio Julieta. Meio Helena. Meio Marília. Meio Capitu. Inteiramente palavras.