Arquivo da Categoria confiança

Ninguém é superior a ninguém!

15 de novembro de 2015
As pessoas tendem a achar que são superiores às outras, que podem falar e fazer o que quiser e não escutar nada. Esse é um dos grandes problemas do ser humano, o ar de superioridade. Se isso não existisse, inúmeras guerras não teriam sido iniciadas, milhões de suicídios teriam sido evitados e muitos litros de sangue nunca seriam derramados. Simplesmente por todos se tratarem com igualdade, com amor e cumplicidade. Quando irão perceber que não existe nada que nos deixe melhor do que os outros? Nada que nos faça ser inferior? Absolutamente nada que nos dê o direito de magoar os outros? Aliás, de machucar os nossos irmãos.

A vida é muito mais importante do que qualquer achar seu ou o meu. Não temos o direito de tirar o ar de alguém por ela não ser da nossa cor, por ter nascido em outro país, por ter uma religião diferente da nossa, por ter princípios diferentes dos nossos, por ter uma opção sexual diferente da nossa, por ter um peso maior ou menor que o nosso, por ter uma opinião diferente, por ter uma condição financeira melhor ou pior que a nossa. Nada vai fazer que ela seja inferior a gente. Nada. Então qual o porquê de tantas mortes? Qual o porquê de tanto ódio gratuito? Qual o porquê de tanta maldade? Qual o porquê de tanta falta de empatia? É necessário que quantos inocentes morram para que percebam que nunca seremos melhores que os outros?

João Pessoa – Paraíba

Vale ressaltar, que suas ações também podem ser superiores e fazer mal a alguém. Não tente menosprezar os outros, levantar o tom de voz e o humilhar perante a sociedade. Sua ação pode não fazer a diferença na sua jornada, mas pode fazer na dele. Suas palavras podem ser esquecidas quando você dorme, contudo pode fazer com que ele tome remédios para dormir pra sempre. Seu julgamento pode partir o coração de alguém, fazendo com essa pessoa seja pra sempre amargurada e não acredite mais no amor. Seu jeito de olhar pode ser natural pra você, mas pode fazê-lo se sentir mal. Seus escritos podem ser apenas um jeito seu de expor seus pensamentos, mas pode fazer com que um grupo o use como argumento para matar outras pessoas. Tenha noção das suas palavras, dos seus pensamentos, dos seus desejos. Você deve entender que as pessoas são iguais a você, tem sentimentos iguais a você, desejos iguais a você, sonhos iguais a você. Você gostaria que tirassem isso de você? Não. Então não aja como se pudesse tirar isso de outra pessoa.

Devemos lembrar sempre que os nossos atos tem reações muito fortes e que nossas palavras podem ecoar pelo mundo. Usa as suas para passar humildade e igualdade. É necessário amar o próximo, além de provar que ninguém é superior a ninguém. Não deixe que alguém te diga que você não é tão bom quanto ele, não abaixe a cabeça e se sinta inferior. Apenas faça a diferença e tente encher o mundo com amor ao próximo. Somos todos iguais, não importa o que digam.

Martinha Barreto. 19 anos. Estudante de Engenharia Civil. Técnica em Edificações. Sonhadora. Apaixonada por MPB. Flamenguista doente. Viciada em livros. Escreve desde os 12 anos. Um pouco dramática. Um pouco exagerada. Meio Julieta. Meio Helena. Meio Marília. Meio Capitu. Inteiramente palavras.

Você usa seu conhecimento?

11 de novembro de 2015
As únicas coisas que levamos pra sempre na nossa vida é o que aprendemos. Eu cresci ouvindo o seguinte ditado “a única coisa que você leva da vida é o conhecimento” e não é só aquele tipo de aprendizado de escola, universidade ou outros cursos. Estamos levando tudo o que a vida nos ensinou, os erros, os acertos, as decepções, as alegrias e os tropeços. Devido a isso, devemos valorizar cada parte da nossa história, até aquelas que mais tiveram lágrimas. Todas são pedaços da nossa personalidade, do nosso coração, da nossa alma.

Mesmo quando tudo acontecer de ruim e você não souber mais o que fazer, reflita sobre a sua caminhada até chegar aí. Muitas coisas ruins irão acontecer, muita gente com o pensamento amargo irá tentar te desestimular, mas não deixe. Não permita que as energias negativas influenciem nas suas escolhas, valorize o que você aprendeu. Seja um pontinho de amor no meio da maldade do universo, não desista. Pense com seu coração, é nele que está o verdadeiro conhecimento.
Foto: Bruno Barreto, João Pessoa – Paraíba
Eu sei que é muito fácil falar, muito fácil dizer que se você enxergar os problemas com um olhar diferente, você conseguirá resolve-los. Não é fácil. Mas se você prestou atenção em todas as fases da sua existência, aprendeu que é na dificuldade que encontramos força para caminhar. Sim, é muito mais difícil quando não estamos preparados para enfrentarmos, quando não temos pra onde correr e o único jeito é combater, mas pense comigo: Daqui a um tempo você vai ter isso como ensinamento. Você poderá ajudar outras pessoas e isso vale muito a pena.

Não, a solução não está só em olhar com outros olhos, está em você não desistir. Não desista! Mesmo que apareça alguém que diga que você não consegue, mesmo que você tenha que se privar de outras coisas, mesmo que signifique que você irá caminhar muito. Para atingir qualquer objetivo, devemos lutar com todas as forças e principalmente, ter fé que conseguiremos. No final de tudo, você terá mais uma história pra contar e seu coração mais um aprendizado.

Afinal, não é a toa que só levamos na vida o que aprendemos, não é? Você pode perder todos os bens materiais, mas o que você aprendeu continuará ali guardadinho, onde ninguém alcança. Lute, vença e aprenda! Plante o melhor e ensine algo melhor ainda. Com certeza você só levará coisas boas. 

Martinha Barreto. 19 anos. Estudante de Engenharia Civil. Técnica em Edificações. Sonhadora. Apaixonada por MPB. Flamenguista doente. Viciada em livros. Escreve desde os 12 anos. Um pouco dramática. Um pouco exagerada. Meio Julieta. Meio Helena. Meio Marília. Meio Capitu. Inteiramente palavras.